• Fernanda Garcia

V Conferência Regional da Promoção da Igualdade Racial acontece em Sorocaba

Com a presença da Vereadora Fernanda Garcia e lideranças negras, a conferência trouxe o debate sobre igualdade, segurança e luta antirracista


Buscar iniciativas que reafirmem a luta contra o racismo é extremamente importante para o futuro da sociedade. Com esta intenção, a vereadora Fernanda Garcia (PSOL) participou ontem (13), da V Conferência Regional da Promoção da Igualdade Racial. Os debates que ocorreram de forma online fazem parte da etapa inicial de discussão, os encaminhamentos da região de Sorocaba serão apresentados na etapa estadual deste debate.


Após o evento, a vereadora reiterou a necessidade de debates como este para a cidade. “Foi extremamente importante este espaço para discutirmos políticas públicas. Também nos dá mais impulso para cobrar do governo municipal sobre a implementação das Leis Federais que tratam do ensino de história e de Cultura africana e afro-brasileira e indígena nas escolas e que até hoje não são cumpridas na esfera municipal”, lembrou Fernanda.


A presença da negritude em todos os espaços, principalmente no funcionalismo público, também foi lembrado pela vereadora. “Tramita na Câmara Municipal um Projeto de Lei (PL) apresentado pelo nosso mandato, que instaura cotas nos concursos públicos. Ele propõe que 20% dos aprovados e contratados pela administração direta ou indireta do município deverão ser de negras e negros. Esta ação visa trazer mais igualdade, além de tornar o funcionalismo mais representativo à maioria étnica da população brasileira”, lembrou a vereadora que completou a sua fala: “Apesar de ocorrer a triste manobra da Comissão de Justiça que barrou a votação deste PL, o mandato continuará lutando para que o tema volte em pauta e seja aprovado”, afirma a parlamentar.


Além desta iniciativa, Fernanda Garcia tem outras três matérias antirracistas que tramitam na Poder Legislativo: o projeto 107/2021, que cria o Dia Marielle Franco de Enfrentamento à Violência Política contra Mulheres Negras, LGBTQIA+ e periféricas; o projeto 105/2020, que cria o Dia Municipal de Luta contra o Encarceramento da Juventude Negra; e o projeto 116/2020, que dispõe sobre a inclusão de artistas e modelos negros nos filmes e peças publicitárias elaboradas e contratadas pela prefeitura.


Ao final, a representante do Partido Socialismo e Liberdade reiterou as bandeiras não somente do partido e do mandato, mas de sua pessoa. “Enfatizo o compromisso de luta contra toda forma de racismo e preconceito que exterminam mulheres e homens todos os dias em nosso país! E reitero: A luta antirracista é dever de todo cidadão”, finalizou.




2 visualizações0 comentário