• Fernanda Garcia

Nota de repúdio à agressão contra a imprensa


É com profunda indignação que manifesto repúdio ao ataque covarde sofrido pelo jornalista Reinaldo Galhardo, do SNEWS Sorocaba. Enquanto fazia a cobertura jornalística da manifestação de extrema-direita pelo voto impresso, realizada neste domingo (02), em frente ao Paço Municipal, Reinaldo foi covardemente hostilizado e teve seu celular quebrado por militantes bolsonaristas. No áudio da gravação, é possível compreender que os manifestantes chamavam o jornalista de comunista, pelo fato do seu microfone ter a cor vermelha - cores do veículo de comunicação a qual Reinaldo trabalha. Após ser ofendido, Reinaldo ainda teve seu instrumento de trabalho quebrado com um ataque violento dos “manifestantes”. Esse episódio só demonstra a violência, selvageria e irracionalidade da extrema-direita, que faz campanha nacional contra a urna eletrônica: o mesmo sistema de votação que elegeu Bolsonaro e seus filhos em 2018, em 2014, 2010, 2006, 2002 e 1998. Evidentemente, o problema deles não é a urna, é a derrota. Desejamos ao jornalista Reinaldo e a toda a imprensa muita força. Exercer o trabalho de comunicação em tempos tão sombrios está se tornando uma tarefa cada vez mais perigosa. Minha mais sincera solidariedade e respeito ao trabalho de vocês.






43 visualizações1 comentário