• Fernanda Garcia

Nota da vereadora Fernanda Garcia, em solidariedade aos servidores da UBS Jardim Simus

Fiquei perplexa com a notícia sobre a ação desrespeitosa de um parlamentar com as trabalhadoras, trabalhadores e usuários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Simus, que está funcionando temporariamente como unidade sentinela.


Entendo que a fiscalização é um direito e dever de todo vereador. Entretanto, existem formas civilizadas de exercer esse trabalho. Filmar profissionais da saúde e pacientes durante uma consulta, como meio de autopromoção sensacionalista, demonstra apenas falta de respeito aos trabalhadores e usuários que buscam atendimento à saúde.


Convido o vereador que promoveu essa ação e os demais, a se somarem à luta dos trabalhadores da saúde - estes sim injustiçados, que atravessaram uma pandemia inteira salvando vidas dos comedidos pela Covid-19, expondo suas famílias ao risco do vírus e ganhando um salário extremamente defasado para realizar seus trabalhos.


Profissionais como os da enfermagem, que prestam um serviço essencial para a sociedade, não têm sequer um piso salarial nacional, que permita condições financeira digna para o segmento do exercício do trabalho e do desenvolvimento de suas vidas.


Lutar por justiça na saúde é ser contra a terceirização, que todos os anos aplica calote nos servidores e onera os cofres públicos. Lutar pela saúde é defender uma jornada de trabalho digna aos profissionais. É reivindicar a abertura imediata de concurso público, para que os que estão na ativa não precisem trabalhar em dobro, de maneira sobrecarregada e muitas vezes sem nenhuma estrutura.


Reafirmo aqui todo meu respeito e gratidão aos trabalhadores da saúde, ainda mais neste período pandêmico. Vocês merecem valorização e dignidade, ao invés de desrespeito.



A vereadora demonstrou solidariedade assim que tomou conhecimento do caso pelas redes sociais

14 visualizações0 comentário