• Fernanda Garcia

Lei Gael: Semana de sensibilização à perda gestacional inicia em Sorocaba

Criado pela vereadora Fernanda Garcia, a lei sensibiliza a população sobre o “luto invisível”


Nesta semana, Sorocaba inicia a primeira semana de sensibilização às famílias, que tiveram perda gestacional ou perinatal. Propiciando um espaço de reflexão e fala, como está descrito na Lei 12.231/2021, a Câmara Municipal por meio da vereadora Fernanda Garcia (PSOL) promove junto à TV Câmara, no dia 19, às 17h30, um debate sobre o tema com Juliana Merilin, coordenadora do Projeto Girassol e também responsável por trazer o projeto para o mandato.


“É de extrema importância esse espaço que a Casa de Leis sede para conversarmos sobre um problema que até a pouco tempo era negligenciado. O “luto invisível” deve ser tratado como um tema da saúde pública e com a devida humanização. Neste primeiro ano de ação da lei pretendemos elucidar o assunto”, conta a vereadora.


Antes mesmo do debate que pretende elucidar o assunto ainda é pouco pautado, o Projeto Girassol, fará uma homenagem na Praça do Campolim, no dia 17 às 9h30. O evento faz parte da semana de conscientização criada a partir da legislação municipal; denominado "Onda de Luz", o evento abre inscrições para famílias enlutadas homenagearem seus “bebês anjos” por meio de inscrição em formulário disponibilizado na página do projeto no Instagram (@girassolroda).


Criação da lei


Em 2020, após perceber a lacuna do Poder Público na promoção à saúde e acompanhamento mental das famílias enlutadas, o projeto de lei 22/2020 criado pela vereadora Fernanda Garcia se torna a Lei 12.231/2021. “Lei Gael” - em homenagem ao filho de Juliana -, cria uma semana especializada neste tema. “Percebemos a necessidade de nossa cidade após vermos ações como em Goiânia. O luto dessas famílias é somado a frustração, por isso a atenção de políticas públicas específicas para estas famílias se mostra urgente”, alerta Fernanda


Por quê “Gael”?


Após a perda precoce de seu filho, Gael, a família de Juliana Merilin escolheu ressignificar a dor. Assim, a família de Sorocaba criou um grupo de apoio com este tema para que outros que passaram pela mesma dor sejam ouvidos. O projeto Girassol, nasceu em 2019 e hoje reúne 70 famílias enlutadas.


A vereadora Fernanda Garcia é a autora da lei que completa um ano

11 visualizações0 comentário