• Fernanda Garcia

Fernanda Garcia visita região para discutir crise hídrica

Vereadora realizará uma audiência pública em Sorocaba, na próxima sexta-feira (24), para debater a situação do reservatório de Itupararanga


Preocupada com a situação da crise hídrica na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), a vereadora da cidade de Sorocaba, Fernanda Garcia (PSOL), fez uma visita aos municípios de Votorantim e Ibiúna, na última terça-feira (21). Na ocasião, Fernanda visitou os Poderes Legislativos das cidades, sendo recebida pelo Zelão, presidente da Câmara Municipal de Votorantim; e por Paulo César Dias de Moraes, presidente da Câmara Municipal de Ibiúna, além do vereador Antonio Reginaldo Firmino, o Naldo, também vereador ibiunense.


Além do diálogo nas Câmaras Municipais, Fernanda foi até a sede da SOS Itupararanga e discutiu o tema com a diretora executiva, Vivinane Rodrigues, onde a representante da entidade gravou um depoimento para a audiência pública.


"Conversei com os vereadores das cidades, eles se demonstraram receptivos a questão da represa e comprometeram-se a expandir o convite da audiência pública aos seus pares. Infelizmente, apesar de estarmos inseridos na mesma região metropolitana, há pouca integração regional nos temas de interesse comum. Sorocaba como centro da RMS deveria estar sintonizada aos temas regionais, se abrir mais à discussão com as cidades vizinhas, mas há pouco diálogo. Falta de água é um tema urgente, que exige um esforço institucional de toda a região para que não falte água na torneira das pessoas", enfatiza a vereadora Fernanda.


Sobre o diálogo com a SOS Itupararanga, Fernanda ressalta a importância da entidade para o debate.


"Quando começamos a discutir a situação hídrica, uma das primeiras pessoas que conversei foi a Viviane. Ela atua há 18 anos na defesa da represa, é uma das mais importantes vozes que discutem o tema hídrico na nossa região. A conversa com ela foi importante para obtermos dados atualizados acerca da represa e também para captar o seu depoimento para a nossa audiência pública, que vai contribuir muito com a discussão", ressalta.


Apesar da situação caótica da represa, Fernanda demonstra confiança de que o diálogo e a participação popular em âmbito regional, podem ser decisivos para pressionar os principais atores sobre a condição de crise da represa a tomarem uma providência.


"Só com uma grande pressão de amplos setores da região podemos mudar o futuro da represa de Itupararanga. Há duas partes que precisam ser questionadas nesse momento. A primeira é a Votorantim Energia, que faz a gestão do reservatório, por ter a outorga de uso da sua barragem para geração de energia. Há pouco, ou quase nenhum controle sobre as suas operações na represa. Chegamos ao período de estiagem com um nível muito crítico de água. Se houvesse controle social sobre a sua gestão, certamente essa situação caótica poderia ter sido evitada, reduzindo a vazão preventivamente lá atrás, para preservar o nível do reservatório", aponta.


"E nesse momento de crise gravíssima é preciso cobrar com muita força o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (SAAE), na pessoa do seu diretor geral, Ronald Pereira, e do prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga. Mesmo com essa situação irreversível no nível de água do reservatório, eles não tratam a situação com a gravidade necessária e nem efetivam um plano de contingenciamento, que já se tornou uma necessidade para não desabastecer outras cidades. O prefeito Manga se avoca como uma liderança regional da RMS, mas se não for solidário aos outros municípios, poderá deixar as populações de Mairinque e Alumínio sem água na torneira", conclui a vereadora.


A audiência pública que tratará deste tema é aberta, livre e gratuita à participação popular. Ela terá início às 19h, no plenário da Câmara Municipal de Sorocaba, e também será transmitida pela TV Câmara Sorocaba, canal 31.3 da TV Aberta Digital; canal 04 da NET; canal 09 da Vivo Fibra. O evento também será transmitido nas redes sociais da Câmara Municipal e da vereadora Fernanda Garcia.




1 visualização0 comentário