• Fernanda Garcia

Fernanda Garcia questiona prefeitura sobre questões relacionadas ao retorno às aulas

A vereadora protocolou questionamentos e indicações em relação às manutenções dos prédios e também demonstrou preocupação com a implantação de um protocolo efetivo contra a Covid-19


Após receber denúncias de cidadãos inseguros de enviar os filhos de volta às aulas no município, a vereadora Fernanda Garcia protocolou ontem (10), diversas indicações e dois requerimentos, questionando a Prefeitura de Sorocaba sobre a manutenção preventiva nas escolas e sobre o protocolo de proteção contra a Covid-19 adotado pela gestão municipal.


De acordo com a vereadora, a mesma foi procurada com denúncias de diversas irregularidades físicas nas escolas, mas principalmente o mato alto tem sido a principal queixa. “As pessoas que atendi reiteraram o problema da falta de corte do mato ao entorno, mas também dentro das instalações das escolas, principalmente as localizadas na Zona Norte. O medo destes pais está na possível proliferação de animais peçonhentos, comuns em locais com alta vegetação”, disse a vereadora.


A mesma também lembrou que na última semana de janeiro, o gestor municipal, Rodrigo Manga teria confirmado a manutenção das escolas em tempo hábil, antes do início do ano letivo que aconteceu no último dia 07. “Mais uma vez a prefeitura prefere trocar o serviço por curtidas online. Na internet é sempre o discurso do ‘está pronto’ ou as famosas ‘live de inauguração’, mas o que é visto na verdade é o costume de deixar as manutenções para a última hora, dando a sensação de imediatismo, parecendo, a meu ver, uma tentativa de enganar a população”, criticou a parlamentar.


Área verde e insegurança


Outra questão abordada por um dos requerimentos de Fernanda traz a discussão sobre uma área verde localizada no Jardim Atílio Silvano, ao lado da Escola Municipal Darlene Devasto. “O local não é aproveitado de forma eficaz, já visitamos a área e já apontamos as irregularidades, mas nada foi feito desde a última gestão”, informou Fernanda e completa: “Moradores, pais, alunos e servidores sentem-se inseguros pela falta de rondas da guarda municipal principalmente nos horários de entrada e saída da escola – já que muitos passam por esta área para chegar à escola - e também pela pouca iluminação durante o período noturno. Nossa intenção é que seja formado mais um parque para usufruto da população, assim como a conquista da Praça no Jardim Guadalupe”, indicou a vereadora.


Covid-19


Desde o início da pandemia a vereadora é incisiva na luta contra a Covid-19, entre os principais assuntos, com certeza a educação é uma das preocupações.


“Passamos ainda por um momento muito delicado da pandemia com aumento expressivo de casos. Por isso o mandato demonstrou preocupação com a implantação de um protocolo contra a Covid-19 nas escolas, somado ao avanço da vacinação infantil. A maioria das crianças ainda não teve acesso ao esquema vacinal completo, então ainda estão sujeitas as formas graves da doença, além disso, um protocolo eficaz traz segurança aos trabalhadores e às famílias. Espero, como representante da população, que a Secretaria de Educação e a de Saúde tracem um plano efetivo e continuarei cobrando, caso isso não aconteça de forma satisfatória”, finalizou a vereadora.


Com o protocolo realizado, as indicações e requerimentos passam pela apreciação em plenário nas próximas sessões e, se aprovados, os requerimentos têm um prazo de 30 dias para serem respondidos pela Prefeitura.




4 visualizações0 comentário