• Fernanda Garcia

Fernanda Garcia promove Audiência Pública sobre políticas para pessoas trans

Debate ocorrerá na próxima semana e discutirá a sobrevivência da pessoa transexual e transgênero em Sorocaba


Em alusão ao "Dia de Combate à LGBTfobia em Sorocaba" instituído pela lei municipal nº 11.541/2017, a autora da lei, vereadora Fernanda Garcia (PSOL), promove na próxima sexta-feira (20), às 19 horas, no plenário da Câmara Municipal, a Audiência Pública "A sobrevivência da pessoa trans na sociedade sorocabana", com o objetivo de discutir e buscar ações contra a transfobia - que é o preconceito e a violência com pessoas transexuais e transgênero.


Após dois anos de atividades suspensas por conta da pandemia e com os crescentes casos de violência contra a população LGBT, a vereadora concluiu ser um momento oportuno de discutir o tema de forma ampla. "As investidas contra a população trans, seja por violência física ou por processos de invisibilização, têm tomado proporções absurdas. Buscamos debater isso em Sorocaba para cobrar ações da gestão pública, assim nasceu a proposta da audiência", explicou a vereadora.


A parlamentar também explica que a Audiência será um espaço de debate em diversos eixos da existência da pessoa trans e como é construída a luta da população. "Vamos discutir as fases da vida, desde seu descobrimento como trans, o ingresso na educação, no mercado de trabalho e, infelizmente, a violência. Também usaremos este espaço para reivindicar a retomada do processo transexualizador que é garantido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e tem recebido entraves no funcionamento aqui no município", disse Fernanda.


Para a construção de um diálogo amplo, a vereadora convidou pessoas especializadas no assunto e a comunidade. Ela relata que a ideia inicial partiu da Associação dos Transgêneros de Sorocaba (ATS), que fez a provocação para iniciar a ação, mas que os conselhos municipais também foram essenciais nessa discussão. "Tivemos o apoio do Conselho Municipal dos Direitos LGBT, do Conselho Tutelar, Educação e Saúde; uma felicidade também para o mandato é o convite aceito pela Vereadora em São Paulo, Érika Hilton em fazer uma fala em nossa Audiência", disse Fernanda.


Todavia, para a parlamentar, apesar da alegria em receber os debatedores especializados, ela reitera que as principais presenças são dos cidadãos. "Políticas são formadas com uma conversa de base com quem são os principais atingidos pelas ações públicas, por isso precisamos da população - principalmente os LGBTQIA+ - neste dia, o convite do mandato é para todes", finaliza a vereadora.



21 visualizações0 comentário