• Fernanda Garcia

Fernanda Garcia faz voto de pesar após morte de escritor no Rio de Janeiro

Leuvis Manoel Olivero escreveu um livro em homenagem à Marielle Franco e morreu baleado no último dia 10


Após repercussão pública na última semana, a memória do escritor Leuvis Manoel Olivero foi lembrada hoje (19), na 59ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sorocaba. A vereadora Fernanda Garcia (PSOL), lembrou a vida do artista que foi assassinado no dia 10 de outubro, no Rio de Janeiro.

Leuvis escreveu onze livros e entre eles "Memória Viva", que conta a história da vereadora Marielle Franco, assassinada covardemente no dia 18 de março de 2018 junto com seu motorista, Anderson Gomes.

"Infelizmente mais uma morte aconteceu, mas ela não vai ser esquecida, assim como a de Marielle e de tantos que se foram pela causa do povo oprimido. A violência política no Brasil atingiu patamares assustadores. O caso de Leuvis tem todas as características de mais uma execução dessa natureza", disse a vereadora.


Vereadora lamenta a morte e disse que ela não será esquecida

10 visualizações0 comentário