• Fernanda Garcia

Fernanda Garcia defende o reconhecimento de área do Parque Três Meninos como floresta municipal

Vereadora visita o local, preservado pela associação Floresta Cultural, e assume compromisso em defender medidas pela proteção e reconhecimento do Poder Público ao local


Solo impermeabilizado, falta de árvores, excesso de poluição do ar e dos córregos, essa é a realidade da maior parte dos centros urbanos como Sorocaba. É fundamental discutir esses problemas que ameaçam a biodiversidade e a qualidade de vida das pessoas. Foi com essa reflexão que a vereadora Fernanda Garcia (PSOL) visitou a área ambiental do bairro Parque Três Meninos, zona leste de Sorocaba. O local é cuidado pela associação Floresta Cultural. Se trata de uma iniciativa civil, composta por dezenas de moradores dos arredores que se uniram para cuidar da área, proteger as nascentes, fazer plantio de mudas apropriadas e também sinalizar o local para os visitantes, que buscam, principalmente, a vista do mirante para a observação panorâmica de Sorocaba e do pôr do sol.

Mirante da floresta do Parque Três Meninos | Foto: Juliana Tang Sanches

Entretanto, os voluntários apontam alguns obstáculos para a preservação. A expansão imobiliária no entorno da área oferece uma grande ameaça. Por isso, eles avaliam que para assegurar a proteção daquele rico bioma é necessário o reconhecimento legal, como patrimônio natural que ele é. Para que isso se consolide, é necessária a oficialização pelo Poder Público do espaço como uma Floresta Municipal. A partir de conversa com Helder Frezza, um dos guardiões da Floresta (como são denominados os voluntários que cuidam do local), a vereadora Fernanda Garcia compreendeu a importância da reivindicação e se responsabilizou em levar a demanda para o Poder Legislativo. “A ação humana, infelizmente, impacta muito a natureza. Desenvolvemos um modo de vida agressivo e precisamos repensar essa relação. Visitando o local e conversando com Helder, pude ter uma compreensão ainda maior sobre esse impacto. A ameaça do avanço de obras em direção a área de conservação pode pôr em cheque anos de trabalho e cuidados com o meio ambiente. É necessário que a gente cuide da natureza, para que ela retribua esses cuidados oferecendo mais qualidade de vida para todos nós. Assumi o compromisso com a associação Floresta Cultural e vou contribuir com o debate pela criação de medidas que oficializem o local como um patrimônio natural do município, para assegurar a sua preservação”, afirma a vereadora. O parque é um espaço público e aberto à visitação. A associação Floresta Cultural possui redes sociais onde os interessados podem conhecer mais sobre o local, ver fotos e tirar dúvidas. Os organizadores realizam encontros e eventos no local, as atividades só estão paradas devido as restrições, em virtude da pandemia do novo coronavírus.


Empreendidos imobiliários estão avançando perigosamente em direção do parque florestal | Imagem: Google Earth

2 visualizações0 comentário