• Fernanda Garcia

Corrupção no MEC: Fernanda quer mais informações sobre reunião entre Manga e ministro exonerado

Prefeito se encontrou com Milton Ribeiro, ministro exonerado após áudio vazado revelar esquema de favorecimento de recursos do FNDE à pastores; Manga e Ribeiro gravaram vídeo juntos para anunciar recursos para Sorocaba


Após a denúncia feita pelos principais jornais brasileiros sobre o esquema de favorecimento de destinação de verbas da área da educação a pastores e, levando em consideração a recente ida do prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) à Brasília, a vereadora Fernanda Garcia (PSOL) enviou à Prefeitura um requerimento aprovado na última sessão da Câmara, ontem, dia 29. No documento, a parlamentar procura saber detalhes da viagem e do valor que será destinado para a cidade para construção de creches.


“Estou extremamente preocupada com essa questão. As denúncias publicadas pela mídia trazem a tona um esquema trágico, usando o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como moeda de barganha e, sinceramente, espero não ver novamente o nome da nossa cidade envolvido em um escândalo”, disse a vereadora. A preocupação se dá pela recente ida de Rodrigo Manga ao Palácio do Planalto onde, no dia 09 de março, o gestor municipal esteve em reunião com o agora ex-ministro da Educação e um dos principais investigados pelo esquema, Milton Ribeiro.


De acordo com informações levantadas pela vereadora, Sorocaba receberá uma verba de 28 milhões, esse dinheiro será aplicado na construção de novas creches, contudo, já que foi descoberto o favorecimento dos “amigos do [pastor] Gilmar” e os pedidos de propina que o mesmo tem feito a prefeitos em troca de subsídio, a parlamentar cobra em seus questionamentos documentos que comprovem a idoneidade do processo. “Além de pedir informações sobre viagem e hospedagem, busco saber junto ao prefeito se há uma ata da reunião em que o mesmo esteve presente e quando houve a formalização do pedido de verbas para a cidade, além de outros detalhes pertinentes”, falou a vereadora Fernanda Garcia.


Após aprovado o requerimento, a Prefeitura de Sorocaba tem o prazo máximo de 30 dias para retornar os questionamentos da vereadora do PSOL. “Além do requerimento, o mandato continuará pesquisando a fundo esse caso. Quaisquer irregularidades que venham a ser encontradas, serão formalmente entregues à Polícia Federal para que providências possam ser tomadas”, finalizou a parlamentar.



Fernanda Garcia questiona reunião entre Manga e Ribeiro que resultou no repasse de 28 milhões

27 visualizações0 comentário