• Fernanda Garcia

Após questionamento de Fernanda Garcia, Urbes divulga multas ao veículo da comitiva presidencial

Vereadora havia oficiado o presidente da Urbes na última segunda-feira; veículo particular usado na comitiva presidencial é de Brasília-DF

Após a vereadora Fernanda Garcia (PSOL) oficiar o presidente da Urbes pela aplicação de multa ao automóvel da comitiva presidencial, a Prefeitura Municipal de Sorocaba divulgou nessa terça-feira (06) que foram aplicadas duas multas ao carro que transportou o presidente Jair Bolsonaro e o prefeito Rodrigo Manga na parte externa do veículo. De acordo com o comunicado ao site G1, foram lavradas autuações com base nos artigos 235 e 167, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que correspondem respectivamente as infrações de “conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo” e “deixar o condutor ou passageiro de usar o cinto de segurança”.

Foto: Jornal Cruzeiro do Sul - 25/06/2021

No ofício elaborado pela vereadora, a partir de diálogo com instrutores de trânsito, além das duas infrações aplicadas pela Urbes, a ação também deveria enquadrar violação ao artigo 169, “Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança”. A vereadora Fernanda considera importante a divulgação desse caso, por entender que as autoridades são pessoas públicas que devem ser exemplo à população. “O Brasil vive uma crise política com um presidente de perfil autocrata, que se considera acima de tudo e de todos. Temos mais de meio milhão de mortos pela pandemia e ele continua estimulando as pessoas a não usarem máscara, além de fazer propaganda antivacina. Sua postura em relação ao trânsito é muito parecida com a da pandemia: mais de 35 mil mortos trânsito e ele desfila de moto sem capacete e com o corpo para fora do carro. Bolsonaro tenta se afirmar como uma figura messiânica, a qual as regras de convívio não se aplicam. Essa prática da carteirada e da impunidade aos agentes políticos precisa ser combatida”, avalia Fernanda. De acordo com o site G1, o automóvel pertence a uma locadora de carros de Brasília-DF, que presta serviços ao Governo Federal. O mandato da vereadora Fernanda Garcia ainda aguarda uma resposta da Urbes ao ofício protocolado na última segunda-feira (05). Além da vereadora Fernanda, a ativista pela Transparência no Poder Público, Liana Morisco, também havia feito questionamentos à Urbes.



11 visualizações0 comentário